quinta-feira, 17 de novembro de 2011

É hora de pipoca. _11


Olá Blogueiros!

Ando tão sem idéias para postar, mas vou confessar que vivo abrindo a minha tela no Word para escrever, pq sempre tenho vontade, mas acabo esbarrando na falta de criatividade e nada escrevo e desisto, quem me acompanha no twitter sabe disso, estou sempre escrevendo que estou procurando assuntos, mas hoje estou aqui. Vou escrever sobre filme, a Jéh do “meine liege” sugeriu q eu falasse de filme e aqui estou eu, mas já vou prometendo mais uma vez manter o blog atualizado, mas já aproveito para pedir a ajuda de vocês para que nos comentários, no twitter, face tá valendo até sinal de fumaça: Mandem sugestões de tema, combinado? Rs



Vamos ao post ...


Pronta para amar
A história da comédia romântica é sobre uma mulher (Kate) que fica sabendo que está morrendo devido a um câncer, mas quando encontra um parceiro (Gael), descobre que a ameaça de se apaixonar é mais assustadora do que a morte.

O filme é uma comedia romântica clássico, mas com um que de drama um pouco maior que o de costume. Junto com a protagonista você se pega pensando na vida. E se de fato você pudesse ter 3 desejos realizados, quais você pediria? Vou confessar que tentei imaginar quais seriam os meus, e não cheguei a conclusão nenhuma, no fim me peguei com o mais antigo dos clichês: Viva o hoje como se não existisse o amanhã.

O filme é mesmo emocionante e muito bonito, fofo.Como uma boa comedia romântica deve ser, mas por conta do drama vivenciado pela Marley e todos que a cercam acaba sendo bastante realista, e se distancia um pouco dos contos de fada sempre presentes nesses estilos de filmes, mas eu recomendo e muito o filme, vale muito a pena assistir, chorar e sorrir com todo o elenco, e vale ainda mais pensar um bocado na sua vida, e nas suas relações.

O filme também destaca como cada personagem ligado a protagonista reage a toda situação dela. Todos aprendem muito durante toda a historia. Acho que é isso, se me prolongar mais vou acabar contando o que não devo, e não quero estragar a surpresa, hahaha. Para quem for assistir fique atentos as duas cenas que me marcaram uma logo no inicio quando Whoopi Goldberg aparece, e outra lá no fim quando o bebê de uma das amigas nasce, elas querem dizer muito da vida!



Assistam!

 
A Cruz de Malta no coração: 

O Vasco está nas semifinais da Sulaamericana e na segunda colocação no brasileirão brigando ainda pelo titulo, mas um segundo titulo do ano, nós todos já ganhamos, a boa recuperação do nosso professor Ricardo Gomes que já está até fazendo visitas ao grupo. É isso vamos que vamos... para cima deles Vasco !!



 

Respondendo:


Jeh: Voltei! Obrigada pelos pedidos de post Amiga, mas oh se é que ainda lembra do meu post anterior... Eu achei que não tem nada haver com o filme, nada mesmo, mas gostei muito da historia do livro também.

Dana e Juh Oliveto: Segundo o encarte que vem no livro, o filme foi baseado sim no livro, mas eu diria que o roteiro pode ter sido a idéia, mas baseado acho que seria demais. rs

Juh Oliveto: Deu para o Vasco no clássico, ganhamos o Botafogo! Mas todos torcedores são bem vindos por aqui. Juro que não passo de uma torcedora apaixonada, e inofensiva. rsrs


Luz e Paz.
Bjins.

domingo, 9 de outubro de 2011

Bookaholic de carteirinha. _10

Oie Gente!


Finalmente consegui escrever, e hoje é uma dica de livro, eu amo ler e estou com uma listinha enorme para ler, como contei no post passado e prometo no próximo post contar o meu segundo e último dia de Bienal desse ano, ok?

 Casamento Duplo - Amigas, Amigas, Casamentos à Parte.  (Patrícia Scanlan)

O que você faria se sua melhor amiga sugerisse que fizessem um casamento duplo? Acharia o máximo ou ia preferir que ela se "contentasse" com o papel de madrinha? Jessica e Carol, amigas de infância, estão noivas, de casamento marcado. Mas, desconfiada de que seu noivo vai desistir a qualquer momento, Carol tem uma "grande" idéia: fazer um casamento duplo. Assim Gary não assumiria um compromisso só com ela, mas com o casal de amigos também... Jessica fica horrorizada com a perspectiva: ela não quer dividir o dia mais feliz de sua vida com Carol. Sim, elas são amigas. Sim, é uma amizade sincera. E é por isso mesmo que ela sabe que só está sendo usada pela amiga numa tentativa desesperada de prender o namorado, que é um mulherengo. O problema é que Jessica tem um coração mole e é incapaz de dizer não. Mesmo contrariada, aceita fazer um casamento duplo. Mas, durante os preparativos, tudo desanda e parece que elas estão a caminho de uma guerra, e não do altar. O que será que vai falar mais alto - a amizade ou o amor?

Além das duas historias de amor bem diferente uma da outra, o livro fala de uma amizade de anos, cheia de altos e baixos, a autora explora bem essa relação das duas personagens, e aí que a historia e a confusão acontece.

Será que por ser amigas há muito tempo, elas tem que suportar qualquer capricho e desejo da outra? Patrícia Scanlan resolver contar sobre tudo isso, focada no mais esperado e sonhado dia de todas as mulheres, o Casamento. Tá na cara que isso vai render muitas historias.

Como se já não bastasse essa relação louca das noivas, tem também um outro foco: Família, as duas: Jessica e Carol tem famílias opostas o que com certeza determina a personalidade de cada uma, mas os conflitos e dramas das famílias são explorados também durante toda a narrativa, o que faz você ficar na duvida muitas vezes se é apenas maldade ou escudo. 

Achei o livro bem legal, a autora achou uma forma bem diferente e muitas vezes divertida de contar um drama, um romance...


 
A Cruz de Malta no coração:

O time mantém a liderança se ganhar hoje, o que tem grandes chances, mas será um jogo difícil, mas estamos no caminho certo para sermos campeões. A segunda fase da sul americana, começou e não foi muito bem para nós, num joguinho feio demais, os bolivianos do Aurora viraram e vem jogar aqui no Rio com uma certa vantagem, mas dá para virar isso, eu acredito! Rs. Ricardo Gomes só melhora e isso me deixa muito feliz, Juninho se machucou, mas logo volta. Felipe ta voltando e Nilton depois de mais de um ano retorna aos gramados. Vamos Vasco !!!

 
Respondendo:
Jeh: Vc é mega importante! E olha ai finalmente a resenha... rs
Aym: Ve Valeu a visita, volte sempre! 


Luz e Paz.
Bjins.

sábado, 17 de setembro de 2011

Bookaholic de carteirinha. _9



Olá Blogueiros!
Estava com saudades de escrever para vocês, mas são tantos assuntos para escrever que acaba se tornando nenhum. Mas vou contar sobre a Bienal do livro desse ano, que eu fui dois dias, os dois domingos. Comprei muitos livros para ler, que conforme eu for lendo, eu falo deles aqui. 

Hoje vou falar do Primeiro dia, que eu fui com a Thatá (Minha parceira de leitura.) e o Vinicius, tadinho gente ficou “morto” de tanto que andou com a gente. Nesse primeiro dia, nos entramos em todos os estandes, vimos tudo mesmo, comprei alguns livros em promoções do dia, e ganhei um na editora novo conceito. (Vou por uma foto abaixo para vocês verem os livros.) 


Fora, que pegamos, ganhamos muitos livretos, encarte, marcadores, que para quem não sabe eu faço coleção de marcadores. O passei foi ótimo, vimos muitas coisas legais, conversamos com muitas pessoas, principalmente nas filas. Rs

Thatá e Vinicius obrigada pela companhia de sempre!




Nesse dia também eu tive o prazer de conhecer pessoalmente a Jessica Asato do blog Meine Liege, que eu acompanho há um tempo e adoro os posts, vídeos, resenhas dela. Ela venho de longe para conhecer a Bienal, e eu tive a sorte de poder em fim conversar com ela olhando nos olhos, e como eu disse a ela eu tive a alegria de abraçá-la “realmente”. Rs


Jé você é uma fofa, igualzinha nos vídeos que você faz, adorei de verdade te conhecer e mais ainda poder ter te deito dar boas gargalhadas, sei que as coisas não são fáceis, mas um dia melhoram, eu acredito e acho que você deve acreditar também, sempre teremos dias que acordaremos com muitas dificuldades para acreditar que tudo vai melhorar, mas esses dias serão apenas dias ruins, necessários para nos fortalecer. Conte comigo para o que precisar. 

Para quem quiser conhecer o blog dela o link é: http://meine-liege.com/
Passem lá e divirtam-se.

 
A Cruz de Malta no coração: 

O Vasco vai muito bem obrigada, rs. Passamos por um grande susto na ultima rodada, com o nosso Professor que graças a Deus se recupera bem e logo estará de volta. Logo depois um sustinho com o Renato Silva, que já está bem. Fora isso, estamos na luta pela liderança, e o grupo permanece unido, forte e muito a fim de ganhar. Vamos Vasco !!!


 
Respondendo:
Jeh: Obcecada, mas não doente! Rsrs. Adorei te conhecer, e oh ainda ganho uma promoção lá no seu blog.


Saudações Vascaínas!!
Luz e Paz.
Bjins.

domingo, 21 de agosto de 2011

Amor Infinito. _6


Hoje é um dia especial, aniversário do clube da Colina.



O Club de Regatas Vasco da Gama, completa hoje 113 anos de historia, e coloquem historia nisso:

Foi o primeiro clube brasileiro a aceitar negros e operários no time.
Construiu seu estádio com dinheiro e suor de seus sócios torcedores, o nosso querido estádio de São Januario, o caldeirão da Colina.
É o único clube brasileiro a ganhar no ano do seu centenário a Libertadores.
E mais, e mais historia, que não da para contar aqui.
Mas é por esses e outros motivos mais que eu sou uma eterna apaixonada por esse clube...
 

Com certeza já nasci Vasco da Gama; 

E enquanto crescia esse amor também cresceu. O me levou a ler sobre tudo desde o inicio, o que me fez uma Torcedora orgulhosa;

Daí, venho a internet e pela tela do computador, pude saber ainda mais da historia, e conhecer outros loucos pelo Vasco. 

A essa altura eu já era Vascaína desde pequena, torcedora orgulhosa e agora apaixonada pela Torcida apaixonante.

Tem como ser mais Vasco da Gama que isso, o Vasco é bem mais que meu primeiro Amigo, ele é meu Pai, meu irmão, meu primo, meu terapeuta, meu professor, minha paixão, sem sombra de duvidas é minha VIDA!

Nesse 21 de agosto de 2011, dou parabéns ao meu Club de Regatas Vasco da Gama, e desejo mais anos de glorias e conquistas. 

E aos amigos Vascaínos também dou meus parabéns por serem assim: Loucos, apaixonados, orgulhosos assim como eu. Por que o Vasco da Gama é muito mais que um time de futebol, somos uma verdadeira família: Que almoça junto, briga junto, sorri junto, mas que acima de tudo:Está junto!

Parabéns Vasco da Gama, Felicidades Torcedores Vascaínos!
Luz e Paz.
  Bjinss.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Datas Comemorativas - Dia dos Amigos. _2

Olá!
Sei que estou devendo atualizações, mas é que ando envolvida com umas coisas aqui mesmo na net, mas essa semana me programei para voltar a postar, mas hoje o dia é especial então só vou postrar um texto que gosto muito!



Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
 Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.
 A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor.
 Eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
 E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
 Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências.
 A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. É delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
 E às vezes, quando os procuro, noto que eles não têm noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí.
 E me envergonho, porque essa minha prece é em síntese, dirigida ao meu bem estar.
 Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
 Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
 Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer.
 Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que não desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os.
              Vinicius de Moraes


Amigos do meu coração... Amo vocês!!
Luz e Paz.
Bjinss.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Ídolo Juninho Pe. _1


Oláa!
Vou agora sempre postar aqui as minhas materias na minha Coluna no blog: Vascão minha paixão. Só para eu poder guardar aqui também!



O dia ontem foi um pouco estranho, era como se as horas não tivesse 60 minutos, os ponteiros não saiam do lugar. 
  

Essa era a impressão que eu tinha, olha que sou apenas uma fã, imaginem o que não sentiu o “Re-estreante” da noite e seus familiares. Mas enfim chegou a hora, vou para a sala, ligo a TV, meu irmão se acomoda no sofá, eu também. Antes da partida conversamos um pouco e...


Reizinho entra em campo com a faixa de capitão no braço, e o numero 8 nas costas.
Ele chega na beirada do campo, e responde a umas perguntas há trilhões de microfones.

Não tem hino a caixa de som não funciona.

O juiz apita: Inicio de jogo.

Juninho da um passe, mas a jogada não continua. (1 minuto)

Juninho toca mais uma vez e é derrubado, logo à frente Diego Souza desaba e o juiz marca falta. (2 minutos)

O Reizinho pega bola, “conversa” com ela e põe na marca, o juiz autoriza.


E chuta: Gollllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll !



É. 2 minutos foram o suficiente para o ídolo mostrar a quem dizia que não valia à pena e presentear a nos fãs, com um gol no seu melhor estilo. Não ganhamos o jogo, mas fomos saudados pelo Rei, e tenho certeza que não é qualquer súdito que tem uma honra dessa.
E a súdita aqui teve mais um sonho realizado por esse Rei, vê-lo jogando com a 8 do Vasco de novo, foi mais que especial para mim. Meus amigos mais próximos sabem bem o que eu estou falando, é mágica, sei lá. Fui dormir feliz e realizada e sei que muita gente também foi. 



“E a Torcida já pode comemorar, pois o Reizinho voltou, para comandar o Trem Bala!” (MC Charlles)


Luz e Paz.
Bjins.